terça-feira, 24 de janeiro de 2012

A beleza da velhice!

Hoje visitei uma senhora de 89 anos que é um exemplo para mim,  pela sua forma de estar na vida, humilde, sorridente, confiando em Deus apesar das duras dificuldades que tem vivido.
Ao vê-la veio este versículo à minha mente:

"A beleza dos jovens está na sua força; a glória dos idosos, nos seus cabelos brancos."
Provérbios 20.29

Atualmente, a juventude é um "valor muito apreciado na nossa sociedade. O que interessa é a aparência. Ser jovem, bonito torna-se o único e por vezes, o maior objetivo de vida de muitas pessoas. O conteúdo, aquela beleza interior que não se vê à primeira vista, pouco importa. Já a velhice é vista com uma conotação negativa e discriminatória. Pelo contrário, noutras civilizações e épocas históricas, os mais velhos eram considerados como uma fonte de conhecimento e tinham um papel essencial na vida do dia a dia das sociedades às quais pertenciam.
Eu acho que temos tanto para aprender com os mais velhos! A sua maior beleza encontra-se na sabedoria que têm devido à experiência de vida. Nós, os mais novos, que por vezes achamos que já sabemos tudo, devemos dar a devida honra àqueles que já levam um grande avanço na caminhada da vida. Respeitar, acarinhar, dar dignidade, tal qual gostariamos que fizessem um dia conosco.  Vivemos numa sociedade em que os velhotes são postos de lado, vistos como inúteis, e por vezes impecilhos. Somos intolerantes e não temos paciência. Esquecemos fácilmente que eles também já foram jovens, tiveram as suas lutas, sonhos e desafios. Viveram em tempos diferentes, com menos luxos e outros tipo de condições de vida. E numa altura de maior e inevitável fragilidade, acredito que muitas vezes se sintam abandonados. O preocuparmo-nos com o que pensam ou sentem, ou por vezes darmos um pouco do nosso tempo para os escutarmos, fará com o seu fardo se torne mais leve. Ás vezes pequenos gestos podem realmente fazer a diferença.

4 comentários: