domingo, 26 de agosto de 2012

Devaneios noturnos

Quisera eu que as palavras pudessem transportar todos os sentimentos e as dores da nossa alma. Que pudessem nos libertar das cicatrizes internas, aquelas que carregamos como se fossem medalhas que mesmo sendo tão nossas, teimamos em sobrevalorizar. Existem momentos em que nos focamos no seu lado positivo. No crescimento e maturidade que trouxeram. Outras vezes voltam a doer e tendem a relembrar-nos de momentos sofridos, de atitudes que magoaram, de pessoas que nos desiludiram, de perdas insubtituiveis.
Dizem que o coração tem razões que a própria razão desconhece, pudera não fosse a vida um constante conflito entre o racional e o emocional; entre o que vamos construindo e aquilo que ocasionalmente nos destrói; entre o que se viveu no passado e aquilo que desejamos para o futuro; entre o nosso eu, com tudo de bom e de mau que possuimos e aquele que damos a conhecer com conta, peso e medida.

Cada fase da vida acrescenta-nos mais umas quantas coisas e o coração sonhador pondera sonhos mais reais, passa a sentir com mais sobriedade, passa a buscar o valor do equilibrio e da sabedoria, no fundo aprende apreciar a simplicidade de ser feliz!

9 comentários:

  1. Mas são mesmo as coisas mais simples que me fazem feliz :)
    bjinhos

    ResponderEliminar
  2. Não existe camião que transporte sentimentos nem máquina que os apague e os destrua para sempre.
    Esses sentimentos são marcas profundas para a nossa vida.
    A única coisa que lhes pode acontecer é a transformação, deteorização e alteração dos mesmos e só podem ser transformados e perdoados através da dádiva suprema de quem nos olha lá do alto.
    Chorar e gritar pode ajudar, pode atenuar mas nunca apagar ou eliminar o que de tão duro e puro nos magoa e nos aperta constantemente o peito.
    Apela-se à transformação e apela-se ao entendimento para que se possa ser feliz, porque ser feliz é possível...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade não dá para apagar... por muito que nos custe aceitar fazem parte de nós. À que andar p'ra frente e ser feliz a cada pequeno momento. Muitas são as vezes em que somos felizes e mesmo assim não estamos satisfeitos... temos de olhar mais para aquilo que nos rodeia, para aquilo que temos e ser agradecidos.Bjs

      Eliminar
  3. O teu texto dá muito que pensar...

    ResponderEliminar
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Espero que isso seja um elogio Mirras ;) bjoka

      Eliminar
  5. A vida sabe sempre como nos guiar.

    ResponderEliminar
  6. carregamos um mundo de coisas dentro de nós, como dizes. é importante saber peneirar o que é bom de guardar. o Paizinho dá-nos sempre a coragem para ultrapassar as dores que nos afligem. e dá-nos pessoas em quem nos podemos recostar, se for preciso.
    beijocas *

    ResponderEliminar